Sign up with your email address to be the first to know about new products, VIP offers, blog features & more.

África do Sul – Parte II

Como disse no post anterior, ainda tenho mais para mostrar. A minha viagem à África do Sul foi, definitivamente, memorável. Aprendi tanto e não consigo deixar de o dizer. África faz-nos pensar e eu acho que todos devíamos ir lá, pelo menos uma vez na vida. Para abrir os horizontes e ter acesso a novas perspectivas e pontos de vista. Senti-me tão pequena e foi impossível não me sentir humilde perante tudo e todos à minha volta, pelo facto de terem tirado tempo para me ensinar e mostrar aquilo que para eles, provavelmente, já é banal mas que para mim era completamente novo.

01_SouthAfrica

02_SouthAfrica

Neste post vou deixar o Kruger para trás e mostrar-vos outros sítios onde estive. Primeiro foi um game lodge no meio da província de Limpopo. Ouçam (ou leiam), eu nunca me considerei muito como uma menininha de cidade, apesar de lá no fundo saber que sou. Quando lá cheguei, tive a certeza que era. Nunca estive tão no meio do nada como ali. Por “no meio de nada” quero dizer no meio do mato, em bungalows e a uma distância de cerca de 30/40 minutos de Marble Hall (onde existiam supermercados, por exemplo). Sem rede de telemóvel, sem internet. Back to basics. Foi refrescante. Até me lembrar de um dos objectivos daquele lodge que era a caça. Sou completamente contra a caça, por isso era um bocado difícil desligar-me disso durante a minha estadia. Mas felizmente havia outras coisas para fazer.

03_SouthAfrica

04_SouthAfrica

Felizmente, nada morreu enquanto eu lá estive e ainda estou a agradecer aos santinhos por isso. Dito isto, estar neste meio selvagem é fantástico (e perigoso). Num lodge lá perto, um homem tinha morrido há relativamente pouco tempo, enquanto caçava, porque teve a… infelicidade… de pisar duas cobras que estavam no meio de um encontro escaldante. Ele foi mordido 23 vezes e morreu em seis minutos. Mas vamos esquecer esta parte. Estava a falar do quão espectacular e bonito é estar no meio do mato. Ver as girafas, zebras, impalas, búfalos, mesmo ao meu lado. É uma experiência que me fez sentir muito humilde. E foi espectacular. Já disse que foi espectacular?

05_SouthAfrica

07_SouthAfrica

Também demos uma volta à reserva durante a noite. Vi a minha primeira lua vermelha (e não me refiro à antiga novela da SIC) . Foi uma das coisas mais bonitas que alguma vez vi na minha vida. Também aprendi como saber se, durante a noite, os animais à minha volta são predadores ou presas: pelo reflexo dos olhos. Se for branco, são presas, se for vermelho, são predadores. Aquilo que nós vimos aqui (ou tentámos) eram presas, muito provavelmente impalas.

08_SouthAfrica

Também tivemos a oportunidade de visitar outros sítios. Infelizmente não conseguimos ir à Cidade do Cabo, mas de certeza que o faremos quando voltarmos.

Fomos a um sítio lindíssimo chamado God’s Window. Temos que subir um pouco e com o calor e a humidade, a tarefa torna-se três vezes mais difícil. Mas não me importaria de ser um deus para poder olhar para isto todos os dias:

09_SouthAfrica

10_SouthAfrica

11_SouthAfrica

12_SouthAfrica

13_SouthAfrica

Depois disso fomos a Bourke’s Lucky Potholes. São basicamente o resultado de décadas de redemoinhos de água que causou erosão ao longo do tempo. O resultado é uma série de esculturas cilíndricas feitas na rocha. É bastante impressionante. O nome em si vem de um mineiro que previu que esta zona tinha ouro, apesar de nunca ter descoberto nenhum.

14_SouthAfrica

15_SouthAfrica

17_SouthAfrica

18_SouthAfricaInfelizmente não me lembro do nome de tudo o que vimos, mas acho que esta zona foi onde tentámos ver alguma coisa do Blyde River Canyon. Desculpem se estou errada! Mas se estou, ambas as zonas são lindíssimas.

19_SouthAfrica

20_SouthAfrica

21_SouthAfrica

22_SouthAfrica

23_SouthAfrica

Num dia muito cinzento e molhado, visitámos o Lion Park. Acabei o dia encharcada, mas com um novo amigo.24_SouthAfrica

25_SouthAfrica

26_SouthAfrica

27_SouthAfrica(Sim, aquele animal tem um alvo no bufunfo e ninguém sabe como é que ele entrou no parque, mas parecia estar a gostar da estadia).

28_SouthAfrica

29_SouthAfrica

30_SouthAfrica

31_SouthAfrica

32_SouthAfrica

33_SouthAfrica

34_SouthAfricaE, finalmente, a nossa última paragem, Pretoria. Foi uma viagem emocional. Caso não saibam, na altura do 25 de abril de ’74, muitas pessoas que viviam em Moçambique foram obrigadas a sair e, enquanto algumas voltaram para Portugal, outras foram para a África do Sul. É normal verem-se referências portuguesas lá. Ouvir as histórias de quem lá viveu há décadas atrás e ouvir aquilo que era e ver o que é hoje. O que mudou para melhor e para pior. Este país é tão grande. Há tanto para ver e descobrir, para compreender e aprender a respeitar. Saí da África do Sul a desejar ter visto mais, mas com um coração cheio e agradecida por tudo o que tenho na minha vida. Por isso, se tiverem oportunidade, visitem.

35_SouthAfrica

36_SouthAfrica

37_SouthAfrica

38_SouthAfrica

39_SouthAfrica

2 Responses
  • Marco Gaspar
    abril 15, 2015

    Excelente texto, excelentes fotos (adoro a edição) e com tudo isto, fiquei com vontade de ir à África do Sul :)

    Keep up the good work girl ;)

    • Sílvia
      Sílvia
      abril 15, 2015

      Obrigada!

      Era essa a intenção, espero que saibas que estou a tirar uma comissão só com estes dois posts:P

What do you think?

Your email address will not be published. Required fields are marked *